Implantação de Sistema de Energia Solar Fotovoltaica

Estudo de Caso – APAE Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais

O pioneirismo da APAE no Brasil é motivo de orgulho para a inclusão social de pessoas com algum tipo de deficiência. Fundada no Rio de Janeiro há 63 anos atrás, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais tem como missão prestar serviços de assistência social, no que se diz respeito a melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência.

Por ser uma entidade filantrópica, um dos maiores desafios enfrentados diariamente pela instituição é o de investir adequadamente os recursos financeiros recebidos, em prol de benefícios adequados para atender aos frequentadores da associação.

“>Como ser pioneira já faz parte da trajetória histórica da APAE, com a instituição localizada na cidade de São Carlos, no estado de São Paulo, não poderia ser diferente.

Presente na cidade desde 1962, a APAE São Carlos tem como principal objetivo oferecer aos cidadãos com algum tipo de deficiência intelectual, uma melhoria na qualidade de vida e no seu bem-estar, inclusão social destas pessoas por meio de estudo e colocação no mercado de trabalho, sem que seja cobrado qualquer tipo de ônus financeiro para o trabalho realizado.

Em vista disto, os custos para manter a infraestrutura do local, os recursos humanos e materiais, necessários para o desenvolvimento das atividades propostas, exigem que a associação busque incessantemente novas alternativas para gerir melhor seus custos fixos.

Desafio APAE São Carlos: reduzir os gastos com energia elétrica

Atualmente, a APAE São Carlos possui 610 alunos matriculados e tem 180 funcionários que trabalham na administração e na realização das atividades da instituição.

Sempre em busca pela melhoria da aplicação dos recursos financeiros recebidos, a APAE São Carlos deu início à uma análise profunda para entender quais eram os principais custos fixos da associação.

O valor exorbitante gasto mensalmente com energia elétrica, chamou a atenção da empresa Dinâmica Solar, contratada para encontrar uma solução para reduzir os gastos com energia elétrica. 

No ano de 2016, quando os estudos foram iniciados, a APAE São Carlos gastava em média

R$ 3.500 com a conta de energia elétrica.

Indústrias com Iniciativas Ambientais são Destaque no Mercado Brasileiro

Cada vez mais, as indústrias que desenvolvem políticas ambientais ganham destaque no mercado brasileiro, principalmente por se tornarem empresas que fazem a diferença na busca pela preservação do meio ambiente.

Quando uma indústria estabelece um Programa Interno de Redução no Consumo de Energia, além de ajudar a reduzir a pegada de carbono do planeta, consegue gerar maior eficiência, melhoria da produtividade e garantir uma imagem sustentável para o seu negócio.

Ao estabelecer um Plano de Metas para o Programa de Redução no Consumo de Energia, as indústrias podem melhorar significativamente seu desempenho energético e ambiental, principalmente se adotar fontes de energias renováveis. Estes ganhos vão desde a diminuição do consumo de energia até a redução das emissões de gases de efeito estufa.

Nos mais diversos segmentos da indústria, sejam eles: celulose e papel, siderurgia, têxtil, farmacêutica, entre outros, há uma grande quantidade de equipamentos que são os principais usuários de energia.

No caso da indústria farmacêutica, há equipamentos em sua linha de produção como caldeiras, compressores de ar, chillers, sistemas de refrigeração e ar condicionado, que muitas vezes ficam ligados 24 horas por dia, 7 dias da semana.

Para minimizar os custos fixos gerados pela produção com energia elétrica, muitas indústrias têm adotado a energia solar fotovoltaica como uma solução para reduzir os gastos com energia, além de outras medidas que envolvem muitas vezes a adequação destes equipamentos, como por exemplo o ajuste da temperatura dos equipamentos de refrigeração durante sua operação.

Mas, como considerar corretamente um sistema de energia solar fotovoltaica dentro do Plano de Redução no Consumo de Energia da sua indústria?

Para garantir a correta instalação do sistema de energia solar fotovoltaica, é necessário considerar diversos fatores, no qual serão levantados por meio de um diagnóstico que deverá ser realizado pela empresa responsável pela implementação do sistema. Após este levantamento, um planejamento será preparado a fim de atender as metas estabelecidas para a redução de energia elétrica.

Ficou interessado? Quer saber mais sobre este assunto?

Consulte a Dinâmica Solar e converse com a nossa equipe especializada neste assunto.

Tendências Mercado Energia Solar 2019

Conheça 4  fatos que comprovam a tendência de crescimento do mercado de energia solar fotovoltaica para 2019.

É fato que a energia solar fotovoltaica no Brasil ganhou novos patamares desde 2017, quando o país entrou para o ranking dos 10 países que mais investiu em geração de energia solar no mundo.

Mas, também é certo que ainda temos um longo caminho a trilhar, até alcançarmos o ranking dos países com o maior número de giga watts (GW) em energia solar instalados.

Esse caminho a percorrer nos traz uma certeza: ainda há um enorme mercado para os sistemas de energia solar fotovoltaica, e as tendências de crescimento trazem projeções otimistas para o ano que se inicia.

#fato1 – Aumento dos preços da conta de energia elétrica

Um dos motivos que ajudará o setor de energia solar continuar crescendo em 2019 é o encarecimento da conta de energia elétrica. Segundo dados divulgados pelo Ministério de Minas e Energia, a conta de energia elétrica, teve um aumento de quase 500% nos últimos 6 anos.

#fato2 – Queda dos preços dos painéis fotovoltaicos

Outro fato que comprova o crescimento do mercado para este ano que se inicia, é a queda do valor do kilowatt/hora da energia solar fotovoltaica. Se voltarmos no ano de 2012, o preço do Kwh (quilowatt-hora) para o consumidor girava em torno de 12 a 16 reais. Atualmente, este valor é de 4 reais, ou seja, um valor atrativo para que cada vez mais consumidores comerciais optem por esta solução sustentável.

Atualmente, as residências que desejarem contar com um kit solar fotovoltaico, no qual atendem em média 5kW, desembolsarão no máximo um valor de R$ 25 mil para terem o projeto, o material e a instalação do equipamento.

#fato3 – Mudanças na resolução 482 da ANEEL

Encontra-se em andamento a revisão da Resolução Normativa 482 da ANEEL que estabelece as regras para o mercado fotovoltaico. Em vista do crescimento do mercado, ajustes nas atuais regras estão sendo realizadas, tanto para o cliente junto à carga quanto para o cliente de geração remota.

As principais mudanças propostas são:

  • Empreendedores devem acelerar a construção de usinas de geração remota para garantir 25 anos de compensação do Fio B (forte impacto na atratividade do sistema);
  • Consumidores com geração na própria carga: acelerar aquisição de sistema para garantir 25 anos de compensação do fio B (impacto mais lento dada menor participação e maior capacidade de gatilho)

#fato4 – Solução sustentável


Visto que grande parte dos consumidores estão em busca de alternativas sustentáveis para a geração de energia, que contribuam para a redução de emissão de CO2 na atmosfera, a economia financeira que a energia solar fotovoltaica produz ao longo do tempo, também possibilita ao consumidor melhorar a valorização do seu imóvel.

A Dinâmica Energia Solar está preparada para contribuir com o crescimento do mercado de energia solar fotovoltaica. Conheça alguns cases de sucesso dos nossos projetos instalados.

Contate nossa equipe e descubra o melhor projeto para o seu negócio!

(16)3419-3000

3/3